COVID-19

Algarve atinge 80% dos residentes com a vacinação completa

.

O Algarve atingiu os 80% da população ativa já com a vacinação completa, mas continua a ser a região do País com a mais baixa cobertura vacinal, logo abaixo da região de Lisboa e Vale do Tejo, Açores e Madeira, com 83% dos seus residentes vacinados, indicou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O Norte continua a liderar em pessoas com vacinação completa, com 88% da população totalmente vacinada, seguida de perto pelo Centro e Alentejo, ambas com 87%.

Mais de 8,8 milhões de pessoas têm a vacinação completa contra a covid-19, o que equivale a 85% da população portuguesa, uma percentagem que não sofreu alterações na última semana.

Segundo o relatório semanal da DGS, com pelo menos uma dose estão agora quase nove milhões de pessoas, o equivalente a 87% da população, valor percentual que também se manteve inalterado na última semana.

Por grupos etários, 85% (528.704 pessoas) dos jovens entre 12 e os 17 anos têm a vacinação completa contra o coronavírus e 89% (553.084) já receberam pelo menos uma dose da vacina.

Na faixa etária entre os 18 e os 24 anos, 88% (689.031) já completaram o processo vacinal e 92% (717.764) já tomaram a primeira dose, indica o relatório da DGS, que avança ainda que 100% dos idosos dos grupos etários dos 65 a 79 anos e dos com mais de 80 anos já estão totalmente vacinados, o que representa um total de mais de 2,3 milhões de pessoas.

Desde o início da vacinação, em 27 de dezembro de 2020, Portugal já recebeu mais de 20,8 milhões de vacinas contra a covid-19, tendo sido distribuídas pelos postos de vacinação do continente e pelas regiões autónomas cerca de 16,4 milhões.

Depois de o país ter atingido a meta de 85% da população totalmente vacinada, o que aconteceu em 09 de outubro, está a decorrer a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19, com prioridade aos idosos com 80 e mais anos e utentes de lares e de cuidados continuados e abrangendo, nesta fase, as pessoas com 65 ou mais anos.

Na segunda-feira, iniciou-se a administração em simultâneo das vacinas contra a gripe e a covid-19 em Portugal continental, com a DGS a prever vacinar cerca de dois milhões de pessoas nessa modalidade.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste