2.ª Marcha LGBTI+ do Algarve

Sob lema “com plena igualdade, cidadania humanidade e inclusão das pessoas LGBTI+!”, realizou-se no dia 8 de junho em Faro a 2ª Marcha LGBTI+ do Algarve.

A
marcha teve dois momentos importantes, o primeiro relativo à marcha
propriamente dita; o segundo momento que incluiu a leitura do
Manifesto (direitos que a comunidade quer ver reconhecidos), animação
diversa com DJ’s, Drag Queens e Gogo Boys.

A
Marcha LGBTI+ teve a sua origem em Nova
Iorque no final dos anos sessenta, onde os membros da comunidade
LGBTI+ protestaram contra a invasão da polícia ao bar Stonewall,
bar LGBTI+ dos Estados Unidos. Desde esse momento passou a
comemorar-se essa marcha todos os anos em Nova Iorque, na medida em
que representou um dia importante na luta pelos direitos e
emancipação LGBTI+. Posteriormente, este movimento expandiu-se por
quase todo o mundo. Em Portugal a primeira Marcha foi realizada no
dia 28 de junho de 2000 em Lisboa.

O
Bloco de Esquerda apoiou esta iniciativa e considerou “que todos
somos poucos para celebrar em conjunto a diversidade, liberdade e
dignidade, sobretudo num tempo em que os fantasmas totalitários já
assomam às nossas portas” referiu o BE em comunicado de imprensa
ao Jornal do Algarve.

pub

 

 

pub

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste