“A GNR invadiu-me a casa e apontou-me uma arma à cabeça”

Leonilde Monteiro teve que receber assistência hospitalar depois do engano da GNR

Elementos da Investigação Criminal da GNR entraram por engano em apartamento de idosa de Vila Real de Santo António no âmbito de uma operação de combate ao tráfico de droga. Filhos foram algemados e obrigados a permanecer deitados no chão. Porém, o alvo era a casa ao lado.

Toda a história na edição impressa do Jornal do Algarve que está nas bancas desde esta quinta-feira, dia 15 de novembro.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste