Álvaro Araújo homenageia três vilarealenses no Dia do Município

O presidente da Câmara de Vila Real de Santo António (VRSA), Álvaro Araújo, elogiou as três personalidades homenageadas por ocasião do Dia do Município que hoje se celebra, que considerou “figuras ilustres que privilegiaram VRSA e ajudaram a dignificar o nome do nosso concelho.

A maior parte da sessão comemorativa do 246º aniversário da povoação foi dedicada àqueles três ilustres vilarealenses, o ex-autarca Alfredo José Zarcos Graça, falecido em dezembro, o ex-jornalista e diretor do Jornal do Algarve Fernando Reis, falecido no mesmo mês, e o clínico geral Francisco Dourado, conceituado médico do concelho, onde trabalhou ao longo de mais de 4 décadas. Dourado, o único dos homenageados ainda vivo, discursou durante a cerimónia que decorreu esta manhã no Centro Cultural António Aleixo, no centro da cidade.

Durante o seu discurso de 15 minutos, Álvaro Araújo, que presidiu pela primeira vez às cerimónias do dia do município (foi eleito em 26 de setembro de 2021), destacou cada um dos homenageados, começando pelo autarca comunista Alfredo Zarco, funcionário e presidente da Câmara de VRSA em dois mandatos consecutivos, de 1979 a 1985.

“Ele mereceu a confiança da população para gerir os seus destinos. Dedicou a sua vida ao serviço do município e em prol das suas gentes. Foi um acérrimo defensor do núcleo histórico pombalino e foi ele que mandou edificar o primeiro PDM do Algarve, o 8º em Portugal.

Álvaro Araújo considerou o eleito comunista como “um homem humilde e trabalhador, que assumiu o estatuto de funcionário do município antes e depois de ter ocupado o lugar de presidente da Câmara de VRSA, que considerou uma missão de cidadania”.

“Foi músico e atuou nos principais hotéis do concelho.  Vamos concretizar um evento para recordar o grupo Cantares de Amigos, de que fez parte, e que vai atuar em data ainda a definir. Piscicultura no sapal, largo reconhecimento público. Foi um cidadão VRSA dedicado e íntegro, um dos maiores”, concluiu, sobre o seu antecessor.

- Publicidade -

Sobre o homenageado Francisco Dourado, especialista em medicina geral familiar, Araújo acentiuou que ele “marcou gerações, tendo sido médico de pais e de filhos”.

O médico Francisco Dourado, o único dos homenageados ainda vivo

“Figura ilustre da nossa terra, que marcou pela boa disposição que sempre apresentava aos pacientes. Fez um trabalho muito positivo na manutenção dos cuidados de saúde às famílias de VRSA. Em dezembro de 2021 aposentou-se”, disse.

Por último, o atual autarca teceu rasgados elogios ao ex-diretor do JORNAL do ALGARVE Fernando Reis, que morreu a 4 de dezembro do ano passado.

Recordando que foi colega do homenageado na Escola Secundária D. José I, o autarca socialista recordou-o como . “licenciado em História, ilustre cidadão vilarealense, prestigiado historiador e jornalista”.

“Foi um homem de grandes causas e deu enorme visibilidade à nossa terra através do sucesso do JA. Levou a informação aos algarvios e aos vilarealenses, cidade onde o jornal tem a sua sede. Lutou pela liberdade, pela democracia, por uma sociedade livre, justa e independente. Foi fundador e presidente da associação para a Defesa, Investigação do Património Cultural e Natural de VRSA e Castro Marim”, discorreu.

Considerou Fernando Reis “sempre na esteira de um futuro melhor para a sua terra, na sua reabilitação e modernização [e que] conquistou o incremento do turismo de qualidade, colocou o património histórico como um dos ponto de interesse fundamentais”.

Discurso de Iva Graça, filha de Alfredo Graça (à esquerda)

“Defendeu a zona ribeirinha e as praias do concelho e assumiu-as como bandeiras, numa defesa sem limites da sua importância e beleza natural”, disse, concluindo que “a dinâmica das páginas do JA ajudou-o a promover a nossa terra no País  e no mundo” e destacando o papel do JA na defesa da Eurocidade e enaltecendo os “muitos correspondentes” que o jornal algarvio tem pelo mundo.

Durante a mesma sessão comemorativa, o autarca comunista José Cruz recordou o ex-camarada de partido Alfredo José Zarcos Graça, secundado pela filha do falecido militante  do PCP, Iva Graça.

Coube ao jornalista Neto Gomes recordar o amigo Fernando Reis, numa sentida homenagem que, para deleite dos presentes que quase enchiam o Centro Cultural António Aleixo  ultrapassou em muito os dez minutos que lhe estavam destinados.

O jornalista Neto Gomes homenageou Fernando Reis, falecido diretor do JA

A emotiva dissertação de Neto Gomes – que continua a escrever no JA – foi secundada por uma não menos emotiva intervenção da atual diretora do jornal e viúva de Fernando Reis, Luísa Travassos, que, falando de improviso, fez desabar, em palmas, por várias vezes, a plateia do centro cultural.

Também muito emotiva, a intervenção da filha de Francisco Dourado foi seguida pelas palavras do próprio pai.

Além desta sessão solene, o Dia do Município de VRSA conta ainda com vários acontecimentos, entre os quais a inauguração de uma placa em honra do primeiro Governador de VRSA, Francisco de Mendonça Pessanha Mascarenhas.

À noite será a vez de um concerto da cantora Ana Bacalhau, ex-vocalista do grupo Deolinda, que decorrerá na Praça do Município.

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste