DESPORTO

Beto quer deixar Portimonense e fala em “irreparável quebra de confiança”

beto portimonense

O futebolista Beto assumiu na terça-feira o desejo de deixar o Portimonense e manifestou-se “completamente desiludido” pelo facto de o clube algarvio ter provocado uma “irreparável quebra de confiança”, ao rejeitar transferi-lo perante “uma proposta muito boa”.

“Hoje vejo-me forçado a pedir oficialmente para sair. Depois de uma época que me correu bastante bem, finalmente recebi uma proposta muito boa para a minha contratação. Durante toda a época passada sempre me demonstraram total abertura para me transferirem e me permitirem viver esse sonho. A verdade é que, agora que a proposta chegou, a conversa mudou radicalmente. Estou completamente desiludido e psicologicamente destruído com as promessas incumpridas. Isto resultou numa irreparável quebra de confiança”, escreveu Beto, num texto publicado na rede social Instagram.

O avançado, de 23 anos, refere que “qualquer atleta, trabalhador ou ser humano quereria aproveitar a oportunidade de se mudar para um emprego incomparavelmente melhor” e lembrou que na sua vida “tudo foi resultado de muito esforço e sacrifício”, admitindo ser “mais um exemplo de um miúdo humilde que sempre quis viver o sonho”.

Apesar de assumir que quer deixar o o clube de Portimão, Beto disse que estará “sempre grato” ao clube de Portimão, mas também ao treinador Paulo Sérgio, aos colegas e aos adeptos.

Beto está a cumprir a terceira temporada no Portimonense, ao qual chegou em 2019/20, para atuar pela equipa de sub-23. Na época passada, a segunda em Portimão, emergiu como uma das revelações da I Liga, marcando 11 golos em 30 partidas pela equipa principal dos algarvios.

Esta temporada leva dois golos em três encontros do campeonato, o último dos quais assinado no domingo, no triunfo em Tondela (3-0), tendo chamado à atenção o facto de o avançado não ter festejado o tento que marcou.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste