DESPORTO FUTEBOL

Brasil: Guarda-redes Bruno transferido para Minas Gerais

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou a transferência do guarda-redes Bruno Fernandes e do seu cúmplice, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, para Belo Horizonte, onde o caso de Eliza Samudio, ex-amante do futebolista está a ser investigado.

Um avião da polícia de Minas Gerais deve ter feito a viagem durante a madrugada.

Bruno e Macarrão entregaram-se à polícia quarta-feira, depois de terem sido decretadas as suas prisões. Os dois suspeitos estão presos temporariamente, acusados do desaparecimento de Eliza.

O caso é investigado nos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. No Rio de Janeiro, o inquérito, já concluído, decretou o crime de sequestro e indiciou o guarda-redes como mandante. O relatório também indicia Macarrão e o adolescente de 17 anos, primo de Bruno, como executores do sequestro.

Em Minas Gerais, o caso é investigado como homicídio. Segundo o delegado Edson Moreira, que conduz as investigações naquele Estado, o crime está próximo de ser resolvido.

Os dois detidos devem passar por um interrogatório em Minas Gerais e podem ser levados para reconhecer o suposto local do crime.

Lusa/JA

Advertisements

Assine já com 10% de desconto. Cupão: CPNOVO Ignorar

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: