CULTURA

Candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura apresenta projeto “Europe at Home”

[mobileonly] [/mobileonly]

A Faro2027, equipa responsável pela candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura, apresentou o projeto “Europe at Home”, que reúne 14 cidades europeias e um total de 28 trabalhos fotográficos e literários que retratam o momento de isolamento social vivido por todos nós em consequência da pandemia Covid-19, apresentando, no caso de Faro, obras de Vasco Célio (fotografia) e Sandro William Junqueira (texto literário).

Perante o cenário de uma Europa “parada”, “onde a maior parte da população teve que seguir regras de isolamento social”, a equipa Faro2027 lançou o desafio a diversas cidades europeias “para retratar, através da lente de um fotógrafo e das palavras de um escritor, a vivência deste momento sem precedentes na nossa história”.

Bruno Inácio, coordenador da Candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura, afirmou que “a resposta foi célere e positiva e rapidamente diversas cidades Europeias se juntaram para evidenciar as similitudes e diferenças de uma europa que enfrenta um inimigo comum e invisível ao mesmo tempo que aprende a viver uma nova realidade”.

Cada cidade a participar no projeto “Europe at Home” convidou um fotógrafo e um escritor a produzir imagens e textos que retratassem a vivência do isolamento social latente no quotidiano das suas comunidades e são estes trabalhos artísticos que a partir de hoje podem ser apreciadas na plataforma digital do projeto em europeathome.eu.

Esta plataforma apresenta ainda biografias de cada um dos artistas, bem como apresentações de cada uma das cidades participantes. Tal como foi referido na conferência de imprensa de apresentação do projeto, o grupo inicial de cidades que o constitui colocam a cultura como um de seus principais eixos de desenvolvimento e estiveram, estão ou desejam estar relacionadas ao projeto e Capital Europeia da Cultura: Bodø (Noruega); Chemnitz (Alemanha); Esch (Luxemburgo); Faro (Portugal); Kaunas (Lituânia); Leeuwarden (Holanda); Novi Sad (Sérvia); Oulu (Finlândia); Piran (Eslovénia); Plovdiv (Bulgaria); San Sebastian (Espanha /País Basco); Tartu (Estónia); Valletta (Malta)e Veszprèm (Hungria).

Presentemente o projeto conta com mais 4 cidades em fase de finalização de trabalhos artísticos para serem colocados online e o promotor do projeto reforçou a sua intenção de crescimento do mesmo, evidenciando a existência de outras cidades interessadas em participar.

Na conferência de imprensa podemos ainda ouvir as declarações de Gabija Vainiutė, fotógrafa convidada da cidade de Kaunas, nomeada para Capital Europeia da Cultura 2021, e cujo trabalho “Quarantine Windows” foi uma das inspirações para a concretização deste projeto. Gabija explicou como ficou comovida ao ser contactada pela equipa de Faro2027 e afirmou a “importância do “Europe at Home” num momento em que estamos fisicamente distantes mas em que nos sentimos mais iguais e próximos que nunca”.

O promotor do projeto e porta-voz do mesmo na conferência de imprensa, Bruno Inácio, evidenciou ainda que o “Europe at Home” pretende ser um movimento aberto que visa envolver mais cidades e mais artistas mas também cidadãos europeus no geral. Para cumprir este objetivo, em europeathome.eu é levado a cabo um convite a todos europeus a partilhar as suas experiências durante esse período de emergência nas suas redes sociais (perfis públicos) utilizando #EuropeAtHome. Uma compilação dessas imagens pode ser vista na página inicial da plataforma digital do projeto.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: