Cartazes a promover touradas voltam a acender a polémica

O PAN denunciou às autoridades, na semana passada, a existência de cartazes alusivos a espetáculos tauromáquicos no concelho de Albufeira, mesmo sem qualquer autorização para a sua fixação e após ter sido conhecido o indeferimento da licença para a colocação de 30 cartazes para promoção tauromáquica na via pública no município.

Ainda recentemente, o PAN já tinha feito chegar à Câmara Municipal de Loulé um pedido de esclarecimento sobre o facto de uma carrinha andar, em Quarteira, a fazer propaganda visual e sonora a touradas realizadas em Albufeira.

Além destas irregularidades, e de acordo com o ofício recebido pelo PAN, no passado dia 7 de junho, para o ano de 2019 foram concedidas e pagas as licenças para emissão sonora de publicidade à empresa em causa apenas para cinco dias específicos, o que, alegadamente, não terá sido cumprido.

“Não compreendemos como é possível encontrar os cartazes distribuídos pelo concelho de forma, supostamente, ilegal, sem nenhuma ação fiscalizadora, uma vez que no ano passado foi verificada e denunciada a mesma situação. Este ano, as irregularidades mantêm-se de forma deliberada e em claro desrespeito pelas regras, numa atitude desesperada de tentar publicitar uma atividade que se encontra em declínio”, protesta o PAN.

Último ano marcado por várias polémicas

O último ano foi marcado por várias polémicas em torno de espetáculos com touros no Algarve. O caso mais mediático aconteceu em agosto de 2018, quando três ativistas antitouradas invadiram a arena em Albufeira, tendo sido retirados pela GNR. Os ativistas foram ainda agredidos por outras pessoas no momento em que estavam a ser retirados do recinto, sob escolta da guarda. O vídeo do momento foi partilhado no Facebook e o caso chegou ao Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro. Além disso, a GNR abriu ainda um processo de averiguações interno à atuação dos seus militares que estiveram no local.

Segundo várias testemunhas, as agressões continuaram no exterior da arena, tendo-se estendido até a pessoas que não tinham participado na invasão.

Perante uma nova temporada de espetáculos tauromáquicos em Albufeira, o PAN já garantiu que vai continuar a defender o fim das touradas na região. “Acabar com as touradas em Portugal é uma das lutas mais antigas do PAN, que desde sempre considerou tratar-se de uma atividade que não pode ter lugar numa sociedade esclarecida”, conclui o partido.

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste