Centro Ibérico de combate a fogos reúne em Castro Marim

Vai ter lugar amanhã, em Castro Marim, no auditório da Biblioteca Municipal, a partir das 9h30, uma reunião do projeto do Centro Ibérico de Investigação e Combate aos Incêndios Florestais (CILIFO).
O CILIFO junta o Alentejo, o Algarve e a região espanhola da Andaluzia num projeto que pretende, num objetivo alargado, melhorar a capacidade de resposta das entidades e autoridades implicadas no combate aos incêndios florestais. Para isso, pretende reforçar e promover a cooperação, os procedimentos de trabalho e a formação entre os Dipositivos de Prevenção e Extinção de Incêndios Florestais dentro da área de cooperação da Euro Região Alentejo – Algarve – Andaluzia, fomentando ainda a criação de emprego e a economia rural ligada à paisagem e reduzindo o custo económico associado ao impacto dos incêndios.
Este projeto tem uma duração de três anos (até 2021) e prevê um investimento na ordem dos 24 milhões de euros, dos quais 75% são financiados pela União Europeia no âmbito do Programa de Cooperação Transfronteiriça Interreg VA Espanha-Portugal – Interreg POCTEP (2014-2020).
O CILIFO, liderado pela Junta de Andalucía, exprime uma parceria entre 15 entidades de Portugal e de Espanha, que vão trabalhar em rede na criação de infraestruturas, formação, sensibilização, desenvolvimento e inovação na temática da luta contra incêndios florestais.
Para além das infraestruturas a criar em Espanha e na região algarvia, o CILIFO vai desenvolver um trabalho de proximidade com as populações, sensibilizando-as e promovendo a formação dos operacionais da Proteção Civil. É nesse sentido que se projeta a construção de uma Unidade Local de Formação no Azinhal, com capacidade para formar agentes de proteção civil e bombeiros da região e fora dela, nas mais variadas matérias.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste