ALGARVE COVID-19

COVID-19: Castro Marim pede que o lixo seja depositado dentro dos contentores

A Câmara de Castro Marim pediu a todos os cidadãos que colaborem com o serviço de gestão de resíduos e não deponham o lixo fora dos contentores instalados na via pública.

“Os nossos colaboradores, que todos os dias asseguram a recolha de resíduos sólidos, têm-se deparado com a deposição dos sacos do lixo fora dos contentores, mesmo que estes ainda tenham capacidade”, segundo o município.

 Lembra a autarquia que a maioria dos contentores pode ser aberto através de um pedal e, na eventualidade de não serem, os cidadãos podem recorrer a uma luva ou à posterior desinfeção das mãos.

“Os colaboradores do Município de Castro Marim estão a trabalhar consecutivamente para assegurar estes que são serviços essenciais, pelo que apelamos a que se respeite o esforço daqueles que não podem estar em isolamento nas suas casas para nos garantir algum equilíbrio e segurança nos dias que correm”, diz a Câmara de Castro Marim, em comunicado.

 “A dedicação destes colaboradores tem sido exímia, merecem todo o nosso respeito e atenção, expõem-se diariamente a um risco maior e nós devemos contribuir com tudo o que estiver ao nosso alcance, desde o nosso melhor comportamento cívico até à criação das condições de trabalho adequadas às circunstâncias”, sublinhou a vice-presidente da autarquia de Castro Marim, Filomena Sintra, citada na nota de Imprensa.

Adianta que, neste sentido, a câmara municipal “procedeu à aquisição de novos equipamentos e fardamentos, para que higienização dos mesmos se possa realizar nas melhores condições, dividiu os funcionários em equipas espelho e criou um espaço próprio para que possam tomar banho no final de cada turno, regressando às suas casas já sem as roupas de trabalho”.

“Numa fase em que as circunstâncias nos obrigam a mudar de hábitos, lembra-se que não podemos facilitar e devemos controlar o que nos é possível, sendo este um dos fatores que mais risco representa em questões de perigo para saúde pública”, pode ler-se na nota de Imprensa. 

A autarquia recorda também as recomendações relativamente ao lixo, no caso de uma família com uma ou mais pessoas infetadas, ou com essa suspeita: colocar os resíduos em sacos de lixo resistentes e descartáveis, com enchimento até 2/3 (dois terços) da sua capacidade – não encher totalmente os sacos; os sacos devidamente fechados devem ser colocados dentro de um segundo saco, devidamente fechado, e este deve ser depositado no contentor de lixo comum (resíduos indiferenciados); as máscaras, luvas e lenços devem ser sempre colocados no contentor do lixo comum.

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: