Dados oficiais apontam para mais de 700 mortos e 1000 desaparecidos

Mais de 700 pessoas morreram nos aluimentos de terras em Gansu, no noroeste da China, e mais de 1000 desapareceram, anunciaram hoje as autoridades locais, revendo em alta o balanço anterior.

Três dias depois dos enormes deslizamentos de terra, o número de mortos eleva-se a 702 enquanto 1042 pessoas foram dadas como desaparecidas, anunciou Tian Baozhong, diretor do Departamento dos Assuntos Civis da província afetada, em conferência de imprensa.

O anterior balanço, divulgado na segunda-feira, indicava 337 mortos, 1148 desaparecidos e mais de 200 feridos.

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Tamanho da Fonte
Contraste