CULTURA ÚLTIMAS

É época alta em Monchique e Aljezur no que toca à cultura

Viajantes Solitários desvenda o mundo dos camionistas de longo curso de forma intimista e inesperada
Viajantes Solitários desvenda o mundo dos camionistas de longo curso de forma intimista e inesperada

Arranca hoje o segundo ciclo do Lavrar o Mar, um projeto de programação cultural em época baixa nos territórios de Monchique e Aljezur. Durante as próximas semanas, serão várias as propostas artísticas que irão acontecer em locais não convencionais do alto da serra e da costa vicentina. Os espetáculos têm ainda a particularidade de fundirem-se com os hábitos e a cultura local

 

Em plena época baixa do turismo, os concelhos de Monchique e Aljezur vão ser palco, nas próximas semanas, de vários espetáculos culturais capazes de encher pavilhões, mas que se apresentam em locais não convencionais. Trata-se do segundo ciclo do projeto Lavrar o Mar, que foi criado para fazer chegar múltiplas formas teatrais ao alto da serra e à costa vicentina “em movimento contrário à sazonalidade”.

A programação arranca já esta quinta-feira com a peça Viajantes Solitários, pelo Teatro do Vestido, que desvenda o mundo dos camionistas de longo curso de forma intimista e inesperada.

O espetáculo vai estar em cena entre os dias 1 e 4 de março, na antiga serração de Monchique, e depois viaja até ao Espaço Multiusos de Aljezur, de 7 a 10 de março, sempre às 21h00.

À descoberta dos rituais alquímicos nas destilarias de medronho

A programação prossegue com As Noites das Facas Longas, dois espetáculos (Tudo Numa Noite e Serra) em torno da cultura serrana do medronho, cujo palco serão novamente as próprias destilarias…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 1 DE MARÇO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste