Empresa do Algarve prevê triplicar faturação com negócios da China

Em 2015, a Open China faturou cerca de 400 mil euros. Com a presença na China, os responsáveis pretendem triplicar a faturação “no prazo de um ano”
Em 2015, a Open China faturou cerca de 400 mil euros. Com a presença na China, os responsáveis pretendem triplicar a faturação “no prazo de um ano”
Em 2015, a Open China faturou cerca de 400 mil euros. Com a presença na China, os responsáveis pretendem triplicar a faturação “no prazo de um ano”

Com sede em Faro, a Open China é uma jovem empresa algarvia, especializada em importação e exportação, que acaba de expandir horizontes para o Oriente. O objetivo é quebrar barreiras entre Portugal e a China, ajudando as empresas nacionais a aproveitarem o “boom” económico deste gigante asiático. Pedro de Barros Viegas, gerente da nova firma algarvia, explica ao JA que “basicamente, tudo pode ser importado da China”, ao mesmo tempo que este país é “um mercado com oportunidades inesgotáveis para a colocação de produtos nacionais”. E a Open China abre as portas desse mercado gigantesco a partir do Algarve…!

(Toda a informação na última edição do JA – dia 3 de março)

Nuno Couto

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste