CULTURA

Festival da Comida Esquecida regressa em agosto com piqueniques

[mobileonly] [/mobileonly]

Após a sua suspensão devido à pandemia de covid-19, o Festival da Comida Esquecida está de volta com piqueniques marcados para os meses de agosto, setembro e outubro em várias localidades algarvias, anunciou a organização.

A 1 de agosto, a aldeia de Penina, no concelho de Loulé, recebe o evento, seguindo depois para Sto. Estêvão, em Tavira, a 29 de agosto.

Cacela Velha, no concelho de Vila Real de Santo António, acolhe o piquenique de charme a 12 de setembro e a festa de encerramento do festival vai decorrer em Querença, no concelho de Loulé, a 17 de outubro.

Segundo o comunicado, “os eventos foram alterados e adaptados” para garantir a segurança dos participantes e colaboradores, “mas mantendo a sua identidade e essência, ligadas á celebração de tradições algarvias através de experiências gastronómicas”.

Esta iniciativa inclui uma refeição repleta de aromas de outros tempos, com produtos locais e algumas surpresas que estão “esquecidas da nossa mesa”, além de uma atuação de um artista acompanhado de acordeão, tal como se fazia em outros tempos.

O chef irá explicar toda a ementa, tal como os produtos locais e tradicionais que foram utilizados. As explicações são traduzidas para inglês por um Mestre de Cerimónias que estará presente em todas as ações, disponível para esclarecer todas as dúvidas dos participantes estrangeiros.

O encerramento do festival, além do piquenique, contará com um mercado de produtos agroalimentares do Algarve, uma exposição de rua sobre comida, mini concertos e outras surpresas.

Os bilhetes podem ser adquiridos online, antecipadamente, tal como as regras de participação que estão disponíveis na página de Facebook do festival.

O evento integra o programa cultural 365 Algarve, uma iniciativa co-financiada pelas Secretarias de Estado da Cultura e do turismo, financiada pelo Turismo de Portugal e operacionalizada pela Região de Turismo do Algarve, pela Associação de Turismo do Algarve e pela Direção Regional de Cultura do Algarve.

A entidade promotora desta iniciativa é a Cooperativa QRER , uma organização dedicada ao Desenvolvimento dos Territórios de Baixa Densidade.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: