Governo investe 4,3 milhões de euros na saúde do Algarve

.

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve esclareceu que foram investidos 1,3 milhões de euros, em 2016, na implementação de medidas estratégicas para reforçar os cuidados de saúde no Algarve e que está previsto um investimento de mais 3 milhões durante este ano, o que totaliza 4,3 milhões.

Entre os principais investimentos previstos para 2017 está a construção de três novas Unidades de Saúde Familiar de raiz (Loulé, Quarteira e Albufeira) e a aquisição dos respetivos equipamentos.

Estão ainda previstas obras de conservação e de beneficiação e adaptação funcional de Extensões e Centros de Saúde dos três ACES da Região do Algarve: Lagos (UCSP e USF Descobrimentos); Vila Real de Santo António (USF Esteva); Olhão (UCSP, USF Mirante, USF Âncora e UCC Olhar+) e obras de conservação exteriores do edifício do Centro de Saúde de Silves.

O investimento previsto para este ano também inclui “aquisição e implementação do Sistema de Gestão de Assiduidade, implementação de um moderno e inovador Sistema de Gestão Documental, bem como aquisição de Software de análises clinicas para o Laboratório Regional de Saúde Pública do Algarve Dra. Laura Ayres”, explica a ARS.

Em 2017 vai ainda ser reforçada a aposta nos cuidados de saúde de proximidade com a participação da ARS Algarve em protocolos com as autarquias para a disponibilização de Unidades Móveis de consultas ao domicílio. “Está em curso a aquisição de mais sete Unidades Móveis através de um projeto financiado pelo Portugal 2020, em colaboração com a CCDR Algarve, a AMAL e vários municípios (candidatura já aprovada). Aguarda-se comunicação da decisão de aprovação para a aquisição de mais três unidades”, refere a ARS.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste