Ilha da Culatra vai ser autossuficiente em água e energia

O desafio é que a comunidade da ilha consiga produzir energia por fontes exclusivamente renováveis e produzir água para autoconsumo. A ilha da Culatra foi escolhida por ser o local ideal para testar este novo modelo económico, uma verdadeira “economia circular” que permitirá alcançar a sustentabilidade ambiental da ilha

O projeto “Culatra 2030 – Comunidade Energética Sustentável” é coordenado pela Universidade do Algarve, em parceria com a Associação de Moradores da Ilha da Culatra

A ilha da Culatra é uma das seis ilhas que vai receber apoio da União Europeia. O projeto “Culatra 2030 – Comunidade Energética Sustentável”, coordenado pela Universidade do Algarve, em parceria com a Associação de Moradores da Ilha da Culatra, acaba de ser selecionado pelo secretariado europeu para as energias limpas, para criar uma comunidade piloto em energias renováveis.

“O desafio é que todas as estruturas da ilha possam ser energeticamente eficientes e ter consumos mínimos de energia”, explica André Pacheco, investigador da Universidade do Algarve, acrescentando que “a comunidade deverá produzir energia por fontes exclusivamente renováveis, privilegiar a mobilidade elétrica e possuir hábitos e práticas de vida sustentáveis”. Ou seja, a comunidade deverá gerir o seu sistema energético, a produção de água para autoconsumo e valorizar os seus resíduos…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 21 DE FEVEREIRO)

“O desafio é que todas as estruturas da ilha possam ser energeticamente eficientes e ter consumos mínimos de energia”, explica o investigador André Pacheco

 

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste