Mais de uma centena de cientistas chineses no Pólo Norte

Uma equipa de 122 cientistas chineses partirá da China para o Pólo Norte a 01 de julho para estudar as alterações na superfície do gelo e o efeito no meio ambiente.

O anúncio foi feito hoje pela Administração Estatal Oceânica e o grupo, que viajará acompanhado por jornalistas chineses, participará no Ártico num projeto científico que durará 85 dias.

O diretor da expedição polar, Qu Tanzhou, afirmou à imprensa que a investigação estará apoiada por um helicóptero, uma estação de observação e um robot submarino.

Esta quarta expedição ao Pólo Norte (as três anteriores realizaram-se em 1999, 2003 e 2008) estabelecerá uma nova marca em quantidade de cientistas e duração, disse o porta-voz da Administração Estatal, Li Haiging.

Na investigação, participarão sete cientistas dos Estados Unidos, de França, Finlândia e Coreia do Sul e um de Taiwan, que já participou na expedição China número 26 à Antártida no outono passado.

O grupo de cientistas chineses deverá regressar à cidade de Xangai a 23 de setembro.

AH

Lusa/JA

+++ Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico +++

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Tamanho da Fonte
Contraste