Máscara FFP2 protege 75 vezes mais que máscara cirúrgica

As máscaras continuam a ser o instrumento mais poderoso para prevenir a infeção com a covid-19, mas o tipo de proteção facial que se usa e, sobretudo, a forma como se usa são fatores críticos. 

Segundo um estudo do Instituto Max Planck, na Alemanha, citado pela Axios, o risco de uma pessoa contrair covid19 por contacto com um infetado varia muito em função da máscara.

estudo revela risco de infecção para exposição de 20 minutos com máscaras FFP2 vs cirúrgicas

A pesquisa considerou cenários com combinações de máscaras diferentes. Os modelos envolvem a interação por 20 minutos entre uma pessoa infetada e uma sem o vírus. O risco de infeção no cenário mais seguro, ou seja, as duas pessoas usando máscara PFF2 com ajuste no nariz, é de 0,14%.

Se as suas máscaras estão mal encaixadas, a probabilidade de infecção aumenta para cerca de 4%. Na pior configuração, com ambos usando máscara cirúrgica, a taxa é de 10,4%.

Os investigadores colocaram duas pessoas a falar entre si a curta distância, durante 20 minutos, e concluíram que as máscaras FFP2 (também conhecidas como N95), com molde para o nariz, reduzem o risco para 0,14%. Sem o molde para o nariz, o risco aumenta para 4,25%.

Já no caso das máscaras cirúrgicas, e em situações em que as pessoas a usam mal ajustada, a conclusão é que o risco de infeção diminui, mas com um nível acima do aceitável (10,4%). Máscaras FFP2 ajustadas revelaram ser até 75 vezes mais eficazes na prevenção da infeção por covid do que as cirúrgicas.

- Publicidade -

O estudo do instituto alemão não incluiu máscaras de pano, que em estudos anteriores se concluiu oferecerem menos proteção do que as máscaras cirúrgicas.

A principal conclusão do estudo é que as máscaras devem ter um ajuste firme em redor do rosto e do nariz, para minimizar a potencial passagem de partículas.

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste