O Algarve é a região onde se trabalha mais horas em Portugal

De um ano para o outro, o Algarve perdeu quase dois mil habitantes. Se juntarmos a perda dos últimos sete anos, a diferença na população é de 11.687 pessoas
.

Um novo estudo da Portdata quebra o mito de que se trabalha mais no norte do que no sul. O site da revista Exame noticia, com base nos dados da duração média semanal dos trabalhadores por conta de outrem da Pordata, que no norte de Portugal trabalha-se uma média de 34 horas semanais, o que corresponde a aproximadamente 6,8 horas trabalhadas por dia útil, de segunda a sexta-feira. Já no Algarve, trabalha-se em média 35,3 horas semanais, uma jornada diária de trabalho de 7,06 horas.

Segundo a Exame, apenas no setor dos bancos e dos seguros, a região norte está na liderança com a média de 36,8 horas semanais de trabalho, logo seguida pelo Algarve com 36,3 horas. A Região Autónoma da Madeira, arquipélago bastante turístico, lidera o ranking nos setores do comércio e da agricultura e pesca, com 36,5 e 41,2 horas, respetivamente.

Nos demais setores, o Algarve é o local onde mais tempo se trabalha. Na indústria, a região trabalha uma média de 37,1 horas semanais, enquanto que a norte, não vai além das 35. Na administração pública, educação e saúde, apesar de ser o setor onde se trabalha menos tempo em todas as regiões do país, os trabalhadores do Algarve ainda são os que mais dedicam horas ao trabalho por semana, com a média de 33,2 e o norte com 32,3 horas, avança a revista.

JA

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste