Onda de três metros vira embarcação de pesca com três pessoas a bordo em Portimão

A marinha, em articulação com a capitania do porto de Portimão, coordenou esta madrugada o salvamento de três tripulantes portugueses de uma embarcação de pesca (‘Foz do Arade’), que virou a três milhas (cerca de cinco quilómetros) a sudoeste do porto de Portimão, quando foi surpreendida por uma onda de três metros.

“Esta madrugada, dia 22 de março, pelas 04h34, foi recebido um alerta lançado pela boia EPIRB (Emergency Position Indicating Rádio Beacons) da embarcação ‘Foz do Arade’, que adornou, de forma descontrolada, quando se encontrava a sudoeste do porto de Portimão”, acaba de informar a marinha, num comunicado enviado à nossa redação.

Após recebido o alerta, as autoridades empenharam diversos meios, nomeadamente uma lancha de fiscalização rápida da marinha, uma lancha do Instituto de Socorros Náufragos (ISN), duas embarcações de pesca e um helicóptero da força aérea portuguesa.

“A lancha do ISN, com o auxílio da lancha da marinha, detetou a embarcação perto das 06h00, encontrando-se esta virada com três tripulantes sentados na quilha ​da embarcação”, lê-se no comunicado.

Às 06h05, os três tripulantes, que apresentavam sinais de hipotermia, foram resgatados para a lancha do ISN que os transportou para a marina de Portimão, onde já se encontravam as ambulâncias para prestar os primeiros cuidados, tendo de seguida encaminhado os tripulantes para o Hospital de Portimão.​

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste