ONU apela aos países para reduzirem a pobreza extrema

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, elogiou as parcerias públicas e privadas desenvolvidas no mundo na tentativa de reduzir a pobreza extrema. A união de esforços, ressaltou, tem demonstrado a sua eficiência. Ban Ki-moon lembrou ainda que o fim da pobreza proporciona também mais oportunidades de educação, trabalho e o controlo de doenças.

No entanto, o responsável destacou que é preciso avançar e a meta é reduzir ainda mais os números até 2015. “Quando trabalhamos juntos, podemos conseguir grandes coisas”, disse o secretário-geral, lembrando que, pelo texto do projeto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), os líderes comprometeram-se a reduzir a pobreza extrema até 2015. Segundo o secretário-geral da ONU, um dos melhores exemplos de parceiros é o Banco Mundial.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste