POLÍTICA

PCP questiona Governo sobre problemas no Centro de Reabilitação do Sul

[mobileonly] [/mobileonly]

O Partido Comunista Português questionou o Governo sobre os problemas que o Centro de Medicina Física e de Reabilitação do Sul (CMFRS), em São Brás de Alportel, anunciou o grupo parlamentar.

Segundo o comunicado, o CMFRS tem vários problemas que pretendem ver resolvidos como a “falta de meios humanos e materiais, o aumento dos tempos de espera para consultas e internamentos, suspensão da fisioterapia em ambulatório, redução de horas de terapia no internamento” e ainda “o incumprimento por parte do Governo no que concerne à reabertura das camas de internamento encerradas há vários anos”.

“É inaceitável e incompreensível que se mantenham encerradas mais de 50% das camas de um centro de reabilitação (26 camas encerradas e 24 abertas) que é tão necessário numa região tão carenciada deste tipo de respostas em saúde”, refere o PCP.

O partido salienta que em 2018, a administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA), juntamente com a direção do CMRFS, decidiram aumentar de 18 para 50 as camas de internamento até ao final daquele ano, um objetivo que “ainda continua por concretizar”.

O CMFRS é uma unidade especializada da rede de referenciação hospitalar de medicina física e de reabilitação do Serviço Nacional de Saúde, que presta apoio a utentes dos distritos de Beja e Faro, considerado como um dos melhores da Europa.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: