Pistorius libertado sob fiança

.
.

Oscar Pistorius, acusado do homicídio da namorada, Reeva Steenkamp, vai ser libertado sob fiança, decidiu o juiz encarregue do caso.

Depois de uma deliberação de quase duas horas, em que reviu todos os pontos do caso, o juiz Desmond Nair decidiu conceder o pedido de fiança de Oscar Pistorius, acusado do homicídio da namorada.

A quarta sessão da audiência preliminar começou hoje de manhã, num tribunal em Pretória, na África do Sul, e prolongou-se até à tarde.

Quando a decisão foi anunciada, houve gritos de celebração na sala do tribunal, por parte dos familiares do atleta paralímpico.

Desmond Nair justificou previamente a deliberação, dizendo que não acreditava que Pistorius estivesse em risco de fugir, já que tem ligações muito fortes ao país, onde possui propriedades.

Para além disso, Nair não considerou que a acusação tivesse demonstrado uma propensão para a violência de Pistorius, pelo que era duvidoso que ele constituísse um risco para a população, estando em liberdade.

“Improbabilidades” na história de Pistorius

Ainda assim, o juiz enumerou, antes, várias “improbabilidades” na versão dos acontecimentos de Pistorius. “Tenho dificuldades em perceber por que razão o acusado não tentou saber onde estava a namorada ou por que não perguntou se ela estava na casa de banho em questão”, explicou Nair.

A fiança foi proposta em 250 mil rands (21 mil euros), mas o juiz decidiu aumentá-la para um milhão de rands (cerca de 85 mil euros). Pistorius terá de entregar o passaporte às autoridades, assim como as armas que possui, e não poderá falar com as testemunhas nem voltar a sua casa, onde decorreu o crime.

O acusado voltará ao tribunal no dia 4 de junho.

Oscar Pistorius, de 26 anos, foi detido no dia 14 de fevereiro por alegadamente ter assassinado a sua namorada Reeva Steenkamp, com quatro tiros, na sua casa em Pretória.

Mariana Cabral (Rede Expresso)

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste