PJ detém homem em flagrante por violação e outro por passar notas falsas

A Polícia Judiciária deteve domingo no Algarve e em flagrante um homem suspeito de ter violado uma mulher de 47 anos, operação que também envolveu a GNR de Loulé, anunciou hoje a PJ em comunicado.

Segundo a Judiciária, a vítima foi levada à força para um lugar ermo onde foi obrigada a manter relações sexuais com o detido, de 22 anos, que ainda vai ser presente a interrogatório.

Na sexta feira, a PJ deteve também no Algarve um homem suspeito do crime de passagem de moeda falsa, na zona de Vilamoura e Quarteira, depois de a textura das notas ter levantado suspeitas.

A tática consistia em pagar com notas falsas de 50 euros bens de menor valor, entre os 5 e os 10 euros, de modo a obter um troco significativo, diz a polícia.

O homem, de 35 anos, acabou por ser detido em flagrante delito num restaurante.

A polícia apreendeu depois mais notas falsas de 50 euros na sequência de uma busca domiciliária.

O detido ficou sujeito a Termo de Identidade e Residência (TIR).

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico**

Lusa/JA

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste