São Brás de Alportel: Ajuda alimentar multiplica parcerias

.

.

Desde o início deste ano, a Plataforma Local de Ajuda Alimentar de São Brás de Alportel conta com uma nova fonte de entrada de alimentos que, mensalmente, vêm reforçar a ajuda distribuída a quem mais precisa. Trata-se do Programa de Ajuda Alimentar financiada pelo Fundo de Auxílio Europeu às Pessoas mais Carenciadas (FEAC), que integra São Brás de Alportel.

O Programa de Ajuda Alimentar desenvolvido em Portugal tem por génese o Fundo de Auxílio Europeu às Pessoas mais Carenciadas (FEAC), que tem como objetivo a atenuação das formas mais graves de pobreza, através da prestação de assistência não financeira às pessoas mais carenciadas, da concessão de alimentos e de assistência material de base e da realização de atividades de inclusão social vocacionadas para a integração social das pessoas nessas condições.

O Banco Alimentar do Algarve é a entidade recetora regional de alimentos que são posteriormente distribuídos pelas plataformas locais.

O Município de São Brás de Alportel é o intermediário local deste projeto, com a colaboração da instituição particular de solidariedade social (IPSS) – Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia (CCD), entidade coordenadora local deste projeto, que vem dar continuidade a uma parceria sólida e permanente com o Município, dada a sua larga experiência na promoção de respostas sociais, nomeadamente ao nível do acompanhamento das famílias beneficiárias de rendimento social de inserção, que esta IPSS realiza mediante um protocolo firmado com a Segurança Social.

Para agradecer aos parceiros que tornam possível o desenvolvimento deste projeto em São Brás de Alportel, realizou-se recentemente um encontro de partilha e agradecimento no Centro de Saúde de São Brás de Alportel, entidade parceira deste projeto, mediante a cedência de espaço para armazenamento de alimentos.

O Município de São Brás de Alportel e toda a parceria envolvida neste projeto solidário agradeceu, “muito especialmente”, à empresa Frimarc, pelo seu “apoio imprescindível”, mediante o transporte a título gratuito, de todos os alimentos que mensalmente são rececionados em Faro e levados até São Brás de Alportel, “nas melhores condições e com todos os requisitos necessários”. Uma iniciativa integrada na estratégia de responsabilidade social da empresa que disponibiliza funcionários e os meios de transporte necessários para garantir que os alimentos chegam os seus utilizadores finais nas melhores condições de consumo.

Paulo Silva, ao centro, com Damásia Cruz e Alex Barcia

Este foi também o momento escolhido para a formalização do acordo de comodato, estabelecido entre o Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia (CCD) e o casal de beneméritos são-brasenses Damásia Cruz e Alejandro Barcia, que disponibilizam uma loja, a título gratuito, para possibilitar o aumento da capacidade de armazenamento de bens alimentares do projeto.

O presidente da direção do CCD, Paulo Silva, aproveitou este encontro que contou com a presença de André Agostinho, um dos sócios gerentes da empresa, para agradecer a colaboração “fundamental para que a plataforma local conseguisse concretizar as exigências legais de transporte e segurança alimentar e para o sucesso do apoio prestado”.

O sucesso desta plataforma deve-se ao empenho de várias entidades que estão plenamente empenhadas no apoio às famílias carenciadas do concelho, entre estas o Município de São Brás de Alportel, intermediário neste projeto e coordenador de toda a Plataforma Local de Ajuda Alimentar, que tem por centro coordenador a Loja Social, e que, para dar mais condições a este projeto, adquiriu diversos equipamentos de frio necessários para o devido acondicionamento dos bens alimentares que são rececionados.

Na ocasião, o presidente da câmara municipal, Vitor Guerreiro, e a vice-presidente, Marlene Guerreiro, destacaram a “generosa colaboração de todos os parceiros locais neste projeto, que é bem o exemplo da comunidade solidária e participativa são-brasense”, deixando um “fraterno reconhecimento ao CCD, ao Centro de Saúde, à empresa Frimarc, ao casal benemérito Damásia Cruz e Alejandro Barcia e a todos os colaboradores”.

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste