Silves acolhe 22 concertos de jazz em 12 adegas até maio de 2020

Depois de uma primeira sessão esgotada, a segunda sessão do Jazz nas Adegas, iniciativa promovida pela Câmara de Silves, em colaboração com os produtores de vinho locais, vai decorrer nos próximos dias 18 de outubro (às 21h00) e 19 de outubro (às 17h00), na Casa do Povo de Alcantarilha, sendo destaque no que aos vinhos diz respeito a quinta João Clara (Alcantarilha), enquanto na música a convidada será Beatrice.

A cantora, cujo nome é Beatriz Cruz, formada musicalmente em jazz, iniciou a sua carreira iniciou-se em Londres, onde tocou em bares e hotéis. A sua banda é formada por Tiago de Lemos (guitarra), Zé Maria da Silva (bateria), Adriano St. Aubyn (piano) e João Ruano (baixo), músicos com uma vasta experiência de estúdio e estrada.

Para esta edição do Jazz nas Adegas, que decorre de outubro de 2019 a maio de 2020, estão ainda previstas mais 21 sessões em 11 locais diferentes.

Assim, para além desta segunda sessão, já estão programados concertos para o Convento do Paraíso, em Silves, com Low Tech Groove (dias 9 e 10 de novembro); Quinta Barradas, em Silves, com Trio Rui Caetano (17 e 18 de janeiro); Quinta do Francês, em Silves, com The Dixie Lab (24 e 25 de janeiro); Quinta da Malaca, em Alcantarilha, com Jazz UALG (31 de janeiro e 1 de fevereiro); Quinta Cabrita Wines, em Silves, com BWN (28 e 29 de fevereiro); Herdade Barranco do Vale, em São Bartolomeu de Messines, com Cool Manouche (6 e 7 de março); Quinta Paxá Wines, em Silves, com Chibanga Groove (20 e 21 de março); JAAP, em Silves, com Edgar Caramelo Quarteto (3 e 4 de abril); Quinta do Barranco Longo, em Algoz, com o Quarteto Luis Bastos (17 e 18 de abril); Quinta do Marquês dos Vales, em Lagoa, com Tamal Hot Band (8 e 9 de maio); e, finalmente, esta edição do Jazz nas Adegas termina em Armação de Pêra, com os Al-Fanfare, a 23 de maio de 2020.

Simbiose entre o vinho, o seu produtor e a música

O Jazz nas Adegas é organizado pela Câmara Municipal de Silves e integra, mais uma vez, a programação cultural 365 Algarve, contando com produção artística do Ginásio Clube de Faro.

“Trata-se de uma iniciativa que pretende dinamizar culturalmente os locais onde se produzem os vinhos de Silves, numa simbiose entre o vinho, o seu produtor e a música, proporcionando uma experiência única ao público, em locais pouco usuais para a apresentação de um concerto de jazz”, realça a autarquia, frisando que o Jazz nas Adegas também procura, ainda, “valorizar todo o património material e imaterial do concelho, dando-o a conhecer através de uma experiência e um contacto diferente com o mesmo”.

Os ingressos têm um custo associado de 12 euros, que inclui, para além do concerto, prova de vinhos do produtor, degustação de tapas de produtos locais, voucher de visita ao castelo e Museu Municipal de Arqueologia e a oferta de uma garrafa de vinho.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste