ALGARVE CULTURA ÚLTIMAS

Summer Parade invade Albufeira este sábado

O b-boying vai misturar-se na rua com a estética futurista do novo circo, com jogos de luzes provocados por corpos em movimento, com a adrenalina das duas rodas e com a emoção do beat box. São oito atuações de grupos diferentes para ver numa noite que encherá de som e cor a Avenida Sá Carneiro de Albufeira. A Summer Parade começa às 22h00 e tem entrada livre.

O circo contemporâneo – com uma pitada de teatro imaginário e personagens de grande impacto visual – chegará à rua pela companhia madrilena Ale Hop. O espetáculo ensaiado para a noite é o «Voluminaires», que provocará estados de “surpresa, emoção, magia e alegria” no público, prometem os diretores José María Silva e Alejandra Oviedo.

Cerca de 16 artistas vão movimentar-se como se fossem personagens saídas de uma banda desenhada de fição científica. E as projeções de vídeo e acrobacias serão musicadas pela banda da companhia, composta por quatro músicos que estarão no local com uma guitarra, um baixo, uma bateria e teclados. A Ale Hop contará uma história de fragmentos oníricos, com seres “fora do tempo que nos transportarão para uma época indeterminada”, diz a companhia.

O nome das atuações «Snowman» e «Humaled» não deixa adivinhar a sua origem, mas são portuguesas, com certeza, e correspondem a outros dois momentos de animação da noite. A companhia BySTRESS é de Vila Nova de Famalicão e trará avisos sobre o aquecimento global (através da performance «Snowman») e a variedade das formas do corpo sincronizadas com imagens em vídeo (em «Humaled»).

Em jeito de brincadeira, a BySTRESS introduz «Snowman» como um alerta para a alteração climática do planeta a partir de uma personagem que espalha flocos de neve nos lugares mais insuspeitos. “A teoria do aquecimento global está de volta porque os grandes nevões ocorrem onde menos são esperados”, explica com humor a companhia portuguesa.

Sobre a performance «Humaled», bastará dizer que nela os artistas quase que se confundem com as formas em que se transformam. A dança moderna e os movimentos artísticos têm um grande impacto visual no público, em muito provocado também pelas imagens de vídeo que acompanham toda a atuação.

E agora, tempo para os Trial Portugal. Os mais atentos irão associar este nome ao programa da SIC «Portugal tem Talento». E se o fizerem, estarão certos, porque o grupo ficou mais conhecido depois de ter passado à final do programa da estação televisiva com um número ousado para bicicletas. Albufeira terá assim a oportunidade de assistir ao vivo à modalidade Trial Bike praticada por dois jovens com uma grande paixão pelo desporto.

Do mesmo programa de televisão saíram também os Momentum Crew, grupo de b-boying ou breakdance artístico. São apenas quatro e existem como grupo há sete anos. Mas apesar de não contarem muitos anos, já participaram em diversos campeonatos do mundo (na Coreia do Sul, Luxemburgo, França) onde ficaram sempre nos primeiros lugares. Só em Portugal já ganharam três vezes o campeonato nacional… O grupo do Porto preparou uma performance inovadora para a noite de sexta-feira e irá partilhar o seu amor pela dança com o público algarvio.

No mesmo estilo, e também do Norte do país, chegam os CP9. Seis b-boys e uma b-girl vão animar em ritmo a Avenida Sá Carneiro.

Para fechar o programa, falta acrescentar dois nomes ao cartaz da noite: o de Pablo Méndez e o de Wilson. O primeiro é o mentor da companhia galega Com Sal Y Azucar, responsável por espectáculos impressionantes em que a maquilhagem sustenta seres fantasmagóricos e as luzes se convertem em sensuais bailes acrobáticos. O segundo é o beat box que tem mais música na voz do que um grupo inteiro. Wilson tem apenas 27 anos e é um dos vocalistas principais da banda Makongo. Está a preparar um novo álbum e também a formação de uma nova banda – a Killamonkey – juntamente com Kilate, DJ Knowledge e Melissa.

É por tudo isto que a noite de 11 de Junho promete ser inesquecível para quem participar na parada de verão, um desfile artístico de talento com a marca «Allgarve’11».

JA
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: