Supervisão bancária entra em vigor em março de 2014

.

Os ministros das Finanças da União Europeia (UE), que estiveram reunidos esta quarta-feira em Bruxelas, chegaram a acordo na formação de um supervisor bancário único. O consenso só foi atingido noite dentro, após 14 horas de discussão.

O anúncio foi feito pelo ministro das Finanças do Chipre, país que assume atualmente a presidência da UE, a menos de 12 horas da cimeira dos líderes europeus.

“Estabelecer uma união bancária constitui um elemento chave nos nossos planos», afirmou Vassos Shiarly em conferência de imprensa, acrescentando que «o principal objetivo passa por restaurar a confiança no setor bancário”.

A nova agência, que será criada dentro da estrutura do Banco Central Europeu (BCE) , terá a função de supervisionar cerca de 200 bancos da Zona Euro.

O número é inferior ao que se chegou a pensar (seis mil). Mas apenas os bancos com ativos superiores a 30 mil milhões de euros ou cujos ativos correspondam a, pelo menos, um quinto do Produto Interno Bruto (PIB) anual do país de origem, ficarão sob a supervisão do BCE. Na alçada do supervisor poderão ainda cair os bancos com operações em pelo menos três países da União Europeia e aqueles que tenham recebido ajuda financeira.

O mecanismo único de supervisão bancária entra em vigor a 01 de março de 2014.

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste