ALGARVE REPORTAGEM ÚLTIMAS

Portimão: Suspeitas de corrupção vão a julgamento três anos e meio depois do escândalo rebentar

Luís Carito é acusado de ter feito contratos ruinosos e pode arriscar uma pena até dez anos de prisão. Pelo meio, uma situação no mínimo insólita: Carito engoliu um papel que era um elemento de prova...
[mobileonly] [/mobileonly]
Luís Carito é acusado de ter feito contratos ruinosos e pode arriscar uma pena até dez anos de prisão. Pelo meio, uma situação no mínimo insólita: Carito engoliu um papel que era um elemento de prova…

O antigo vice-presidente Luís Carito e o vereador da Câmara de Portimão Jorge Campos foram formalmente acusados pelo Ministério Público, na semana passada, por crimes de má gestão, abuso do poder, burla qualificada, branqueamento e subtração de documento.

O caso ‘Portimão Urbis’ alastra-se há quase quatro anos, depois de uma investigação da Polícia Judiciária ter resultado na detenção de Luís Carito, Jorge Campos e mais três pessoas, no verão de 2013.

Antes disso, em abril de 2012, a polémica em torno dos gastos da Portimão Urbis (organização de eventos e gestão urbana) já dava que falar, com a PJ a visitar a câmara por causa dos negócios desta empresa municipal, na qual o socialista Luís Carito era o presidente da assembleia geral e, também, vice-presidente da autarquia.

Agora, segundo a acusação do MP, deve ir a julgamento acompanhado por mais 20 arguidos…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – DIA 9 DE FEVEREIRO)

Nuno Couto | Jornal do Algarve

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: