Trabalhadores do SUCH dos hospitais algarvios em greve

.
.

Os trabalhadores do SUCH (Serviço de Utilização Comum dos Hospitais) dos hospitais do Algarve estão hoje em greve para reivindicar melhores condições de trabalho.

Estes profissionais reivindicam a contratação dos trabalhadores em falta nos serviços, o aumento de 4% dos salários (com um mínimo de 40 euros), 25 dias úteis de férias para todos, redução do horário de trabalho para as 35 horas de semanais, bem como atribuição das categorias conforme as tarefas que os trabalhadores realmente desempenham e respectiva retribuição.

Os trabalhadores exigem ainda o respeito pelo regime de folgas estipulado no Acordo de Empresa, fardamento adequado e em número suficiente, atribuição do abono de falhas para os trabalhadores da caixa, disponibilização de todos os recibos de vencimento no sítio Intranet do SUCH, luvas térmicas e panos adequados para limpeza e pagamento dos dias feriados e horas nocturnas do mês de outubro de 2016.

Outra das reivindicações é a instalação de um sistema de ar condicionado no bar do Hospital de Lagos, de acordo com a vontade expressa pelos trabalhadores e utentes num abaixo-assinado entregue à empresa no dia 21 de julho de 2016 e que, até agora, não foi atendido.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste