PAÍS

Vendas de automóveis disparam 57,7 por cento

As vendas de automóveis novos em Portugal dispararam 57,7 por cento no primeiro semestre do ano, representando a maior subida entre os 27 países da União Europeia (UE), segundo a Associação de Construtores Europeus de Automóveis (ACEA).

De acordo com os dados hoje divulgados, entre janeiro e junho deste ano foram matriculados um total de 115.258 automóveis novos, contra os 73.100 registados em igual período do ano passado.

Só no mês passado foram vendidas 16.013 viaturas, mais 62,5 por cento do que em junho de 2009, de acordo com os números provisórios da associação.

No conjunto da UE, as vendas de veículos novos diminuíram pelo terceiro mês consecutivo em junho (-6,9 por cento), com um total de 1,34 milhões de viaturas vendidas, embora no conjunto do semestre a ACEA contabilize um aumento de 0,2 por cento, face ao mesmo período de 2009.

Entre os principais mercados, nos primeiros seis meses do ano apenas a Alemanha contraiu as suas vendas (28,7 por cento), enquanto a Itália e a França subiram (2,9 e 5,4 por cento respetivamente).

A queda mais forte foi observada na Hungria (43,8 por cento), enquanto a subida mais acentuada ocorreu em Portugal (57,7 por cento).

Considerando apenas o mês de junho, as vendas nos principais mercados caíram na Alemanha (32,3 por cento), Itália (19,1 por cento) e França (1,3 por cento), enquanto no Reino Unido e em Espanha subiram (10,8 por cento e 25,6 por cento, respetivamente).

A queda mais acentuada, face a junho de 2009, foi no entanto observada na Eslováquia (40,6 por cento), enquanto a subida mais forte ocorreu na Irlanda (75,8 por cento).

O grupo Volkswagen, o número um na Europa, com uma quota de mercado de 20,8 por cento, teve um declínio de 8,9 por cento nas matrículas em junho, incluindo um declínio de 8,5 por cento da marca Volkswagen e 7 por cento da Audi.

O grupo PSA, com uma quota de 13,7 por cento, por sua vez, viu cair as suas vendas 5,6 por cento (-3,2 por cento para a Peugeot e -8,3 por cento para a Citroën).

As vendas do grupo Renault, com uma quota de 9,9 por cento, cresceram 3,4 por cento no mesmo mês (2,5 por cento para a Renault e 6,9 por cento para a Dacia).

(Lusa)

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Assine já com 10% de desconto. Cupão: CPNOVO Ignorar

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: