Algarve tem 4 milhões para investir na eficiência energética

Nas
empresas, os apoios servem para adquirir veículos elétricos ou
instalar painéis solares. Nos edifícios públicos ou privados,
destinam-se à instalação de isolamento térmico e de iluminação
que implique poupança de energia

O
Governo vai disponibilizar quatro milhões de euros para aumentar a
eficiência energética de empresas, administração local, habitação
social e instituições particulares de solidariedade social (IPSS)
do Algarve.

No
caso das empresas, os apoios podem servir para instalação de novas
tecnologias mais eficientes, substituição de frotas através da
aquisição de veículos elétricos ou a gás natural, ou instalação
de painéis solares e outras fontes de energia renovável.

Nos
edifícios públicos ou privados, podem destinar-se à instalação
de isolamento térmico na envolvente de edifícios, à instalação
de janelas com corte térmico ou a soluções de iluminação que
impliquem poupança de energia.

A
nível nacional, a verba disponibilizada ascende 101 milhões de
euros. Segundo o Governo, “são 24,5 milhões de euros para
empresas, 32,5 milhões para IPSS, 19 milhões para edifícios da
administração local e 25 milhões para edifícios de habitação
social”.

Dividindo
o total da verba por regiões, Lisboa vai ficar com a maior fatia do
dinheiro (33 milhões de euros), seguida do Centro (26 milhões de
euros) e do Norte (25 milhões de euros), enquanto o Alentejo
arrecada 13 milhões de euros e o Algarve apenas 4 milhões de euros.

Este
financiamento será disponibilizado através dos Programas
Operacionais Regionais do Portugal 2020 e está enquadrado no Plano
Nacional de Energia e Clima (PNEC). “Os apoios agora anunciados são
parte de um total de 730 milhões de euros do Fundo Europeu de
Desenvolvimento Regional e do Fundo de Coesão destinados, no âmbito
do Portugal 2020, à melhoria da eficiência energética em Portugal
Continental”, esclarece o Governo em comunicado.

Entretanto,
já estão previstos diversos seminários de divulgação dos avisos
de concurso para as empresas e IPSS de norte a sul do país, sendo
que, no caso do Algarve, a iniciativa vai ter lugar, no próximo dia
29 de outubro, na sede da CCDR em Faro.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste