Aljezur aposta no cinema independente para crianças e pais

Através de uma parceria entre a organização do festival IndieLisboa e a câmara municipal, Aljezur vai receber, nos próximos dias 18 e 19 de maio, no Espaço+, uma extensão deste festival, o IndieJúnior.

O IndieLisboa é um festival de cinema internacional e generalista, que oferece ao público português a oportunidade excecional de ver filmes portugueses e estrangeiros de todos os géneros que não poderão ser vistos de outra forma, uma vez que não integram, na sua maioria, os chamados circuitos comerciais de distribuição.

Dentro do IndieLisboa, o IndieJúnior é uma programação específica de filmes de animação para o público infantil, a partir dos três anos de idade e toda a família, apresentando-se em três séries de acordo com as idades: a partir dos três anos, a partir dos seis anos e a partir dos 10 anos.

“Esta será certamente uma grande ocasião para Aljezur, não só pela oportunidade de termos uma programação não comercial e de excelência de filmes de animação para um público muito jovem, mas que agradará também a todos quantos gostam e se interessam por filmes de animação, sobretudo com a marca do Indie Lisboa. Será também a primeira vez que o IndieJúnior sairá das salas de Lisboa, fazendo a sua estreia fora da capital, precisamente em Aljezur, colocando este concelho vicentino no circuito nacional da programação júnior deste festival de cinema internacional”, realça o município.

A programação para o escalão etário mais novo (até aos três anos) inclui filmes como “O Carro Bebé”, “Um Dia Nublado”, “O Paraíso dos Gatos”, “Música Floral”, “O Último Dia de Outono”, “Caracóis Pintores”, “Ninho” e Morcego”.

Já para as crianças com mais de seis anos, as propostas passam pelos filmes “A Toupeira Mineira”, “Billie”, “A Lupa”, “Ópera na Peixaria”, “Um Dia na Feira Popular”, “Alguma Coisa se Passou”, “Pêra em Queda”, “Amigo Imaginário”, “A Lição de Natação” e “O Casamento dos Pássaros”.

Para as crianças com mais de 10 anos, a programação desta extensão do IndieJúnior em Aljezur propõe “A Mahalia não pode Apanhar Chuva”, “Lar Doce Lar”, “Fora da Pista”, “No Baile da Escola”, “O Conto da Pequena Rã” e “A Saia do Adão”.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste