Berbigão preparado de mil maneiras na Figueira

.
.

Com massa ou arroz, em papas ou ao natural, o berbigão vai ser o rei da aldeia da Figueira durante dois dias. Trata-se da 11ª edição do Festival do Berbigão, dedicado a este bivalve que já foi um meio de sobrevivência da população local

Massa de berbigão, arroz de berbigão, papas de berbigão, rissóis de berbigão e berbigão ao natural. Tudo cozinhado ao vivo e em frente dos visitantes. Estes são apenas alguns dos pratos que os amantes deste bivalve vão poder provar durante o Festival do Berbigão, que se realiza no polidesportivo da Figueira, concelho de Portimão, nos próximos dias 7 e 8 de setembro.

A organização está a cargo mais uma vez da Sociedade Recreativa Figueirense, com o apoio da junta de freguesia da Mexilhoeira Grande e da Câmara de Portimão, e promete fazer crescer novamente água na boca de quem degustar estes pratos.

Segundo apurámos, o recinto do festival tem capacidade para cerca de 400 lugares sentados e, para além do prato forte do evento – o berbigão –, a organização preparou outras alternativas, entre as quais, o frango assado ou a salada de polvo.

À semelhança de anos anteriores, os milhares de apreciadores da mais genuína comida algarvia também podem deliciar-se com os doces regionais e outras propostas, adianta a organização.

Com este certame, a população da Figueira pretende realçar a forte ligação que mantém com o berbigão, já que, noutros tempos, a sua apanha e comercialização foi um meio de sobrevivência para muitas famílias da região.

“A razão de ser deste festival radica no facto de a população local continuar a manter uma forte ligação com a apanha do berbigão na Ria de Alvor, meio de sobrevivência para muitas famílias que dependiam dessa atividade”, sublinham os promotores do evento.

Música ajuda a digestão

A música também vai estar presente para animar a festa e ajudar a digestão. No primeiro dia atua Victor e Edgar e Bailarinas. No dia seguinte, após a atuação do Duo Ana e Edgar, o fado assume o papel principal com Ana Marques acompanhada de Vitor do Carmo (guitarra portuguesa) e José Santana (viola de fado).

O polidesportivo da Figueira abre as portas às 19h00 e a entrada custa três euros, com direito a um pires de berbigão.

JA

4Comentários

Carregue aqui para comentar

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste