Candidaturas reabrem a 15 de Agosto

As candidaturas a estágio profissional estão suspensas desde o dia 1 de Julho, mas o Instituto de Emprego e Formação Profissional assegurou esta quinta-feira que reabrem, o mais tardar, a 15 de Agosto.

Esta garantia surge no seguimento das notícias avançadas pelo «Jornal de Negócios» e pelo «i» de que as candidaturas estavam congeladas e que o Estado estava sem dinheiro para financiar as bolsas.

«Não há qualquer problema de tesouraria ou financeiro no IEFP. Não há nenhuma proposta de redução orçamental», disse à agência Lusa o presidente do instituto, Francisco Madelino.

Ainda assim, o responsável confirma que está a ser analisada uma redução dos estágios profissionais de 12 para 9 meses, mas com o único objectivo de alargar o número de estagiários e não de cortar no financiamento das bolsas.
«O objectivo é envolver mais pessoas com o mesmo dinheiro».

As candidaturas encontram-se suspensas «para avaliação do programa e análise de candidaturas pendentes».

Estágios vão custar 183 milhões de euros este ano

Francisco Madelino assegurou que quer mais jovens a poder frequentar os programas de estágios profissionais. «Em 2010 temos um objectivo de envolver 45 mil pessoas, em 2009 foram abrangidos 31 mil jovens. Para compararmos, podemos ir ao ano de 2003 e 2004, onde os valores médios rondavam os 15 mil. Isto traduz o esforço que temos vindo a fazer».

No ano passado, gastou-se 103 milhões de euros com o programa de estágios profissionais e para este ano a estimativa é de que o Estado tenha de desembolsar 183 milhões.

«Trata-se de um programa prioritário de entrada de jovens no mercado de trabalho e modernização de Pequenas e Médias Empresas», reforçou Francisco Madelino.

A revisão da duração dos estágios partiu do próprio IEFP para posteriormente apresentar uma proposta ao Governo.

AL/JA

Advertisements
Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste