ALGARVE

Governo anuncia construção de ponte internacional em Alcoutim

A construção de uma ponte entre Alcoutim e San Lucar, sobre o Rio Guadiana – uma velha aspiração das populações raianas de ambos os lados da fronteira -, é anunciada pelo primeiro-ministro na edição de hoje do jornal Público.

A construção terá lugar no quadro do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que será apresentado oficialmente amanhã, terça-feira, por Antõnio Costa e pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, na Fundação Champalimaud, em Lisboa.

Um dos objetivos do plano é fazer investimento para aumentar o potencial económico dos locais perto da fronteira com Espanha.

Para tal, o Governo propõe que se construa a tão esperada ponte entre Sanlucar de Guadiana e Alcoutim e outra no Alentejo, sobre o Rio Sever (e está prevista a ligação Nisa — Ponte Internacional de Cedillo). As duas pontes sintetizam o desejo do Executivo de “fazer investimento para aumentar o potencial económico dos locais perto da fronteira com Espanha”, de acordo com o diário editado pelo grupo Sonae.

A ponte é um desejo antigo dos algarvios e dos habitantes do concelho de Alcoutim e da povoação fronteira de San Lucar del Guadiana, de ligar Portugal e Espanha.

As duas margens do rio Guadiana e do interior da Penísula Ibérica vão ficar finalmente unidas, evitando a deslocação dos alcoutenejos 40 quilómetros até ao sul, para atravessar a Ponte Internacional do Guadiana, que liga Castro Marim a Ayamonte.

As localidades de Alcoutim e Sanlucar do Guadiana apenas estavam ligadas uma vez por ano, durante o Festival do Contrabando, quando era colocada uma estrutura que dava oportunidade aos visitantes do evento de atravessar o rio, a pé. Este ano o Festival do Contrabando não se realizou devido à covid-19.

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: