ALGARVE

In Loco apoia sistemas alimentares sustentáveis em seis municípios

implementação de sistemas alimentares sustentáveis in loco

Através do projeto Sistemas Alimentares Locais (SAL), a associação In Loco vai apoiar vários atores locais na construção de sistemas alimentares mais sustentáveis em seis municípios algarvios.

Os primeiros passos deste projeto foram dados em março deste ano, com financiamento do programa Civic Europe, através da mobilização de atores-chave da região algarvia.

Nos últimos cinco meses decorreram várias ações de capacitação semanais, desde webinares, formação modular, ações de intercâmbio, oficinas com especialistas e reuniões de acompanhamento.

Todas estas ações tiveram como objetivo criar um “entendimento conceptual comum  acerca da importância dos sistemas alimentares territoriais para a sustentabilidade e para o desenvolvimento das economias”, além de “apoiar os atores locais na implementação de sistemas alimentares sustentáveis nos seus territórios”.

Ao todo foram mais de 50 horas de ações de capacitação, com a participação de 77 representantes de autoridades locais e regionais, de organizações não governamentais, de instituições de ensino superior, agricultores e cidadãos.

Atualmente, na fase final, o projeto está a apoiar oito sistemas alimentares locais, da iniciativa das autarquias ou de agricultores nos concelhos de Albufeira, Castro Marim, Lagos, Loulé, São Brás de Alportel e Tavira.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste