“Lavrar o Mar” leva espetáculos inovadores a Monchique e Aljezur

Em plena época baixa do turismo, os concelhos de Monchique e Aljezur vão ser palco, nas próximas semanas, de vários espetáculos culturais capazes de encher pavilhões, mas que se apresentam em locais não convencionais. Trata-se do terceiro ciclo do projeto “Lavrar o Mar”, que foi criado para fazer chegar múltiplas formas teatrais ao alto da serra e à costa vicentina “em movimento contrário à sazonalidade”.

A programação inclui a peça de teatro ‘Medronho#1’, que tem lugar, nos dias 17 e 18 de novembro, na serra e nas destilarias. O ponto de encontro para este espetáculo é no heliporto municipal.

Segue-se o “baile culinário” ‘Dancing!’, nos dias 29 e 30 de novembro e 1 e 2 de dezembro, na sede do Rancho Folclórico do Rogil. Este espetáculo está integrado no Festival da Batata Doce de Aljezur.

No dia 8 de dezembro, no Espaço+ de Aljezur, e dia 9, na sala multiusos da junta de freguesia de Monchique, será a vez de ‘KAÔ, Embalos do Mundo’, uma peça de teatro-música para a pequena infância.

A programação deste ano do “Lavrar o Mar” termina com um espetáculo de novo circo acrobático, equestre e musical, intitulado ‘Saison de Cirque’, que terá lugar entre os dias 28 de dezembro e 1 de janeiro, no heliporto de Monchique.

O “Lavrar o Mar” integra o programa 365 Algarve e é financiado pelas secretarias de Estado da Cultura e do Turismo, Turismo de Portugal, Região de Turismo do Algarve e União Europeia, bem como pelos municípios de Monchique e Aljezur.

NC|JA

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste