Megaoperação contra o tráfico de haxixe entre Huelva e Ayamonte

A Guarda Civil tem em curso uma operação para investigar uma presumível organização criminosa relacionada com a introdução de haxixe em Espanha através da costa de Huelva.
Recordamos que nos últimos meses têm sido intercetadas no rio Guadiana, pela Polícia Marítima portuguesa entre Vila Real de Santo António e Alcoutim, várias lanchas rápidas, provenientes de Marrocos, com muitas toneladas de haxixe.
Desde a manhã de ontem, dia 18, estão a decorrer detenções, até agora já foram detidos 15 indivíduos, entre eles o chefe da polícia local de Lepe e efetuadas buscas em Huelva, Punta Umbria, Lepe, Aljaraque y Ayamonte, entre outras. Agentes da Guarda Civil, da Polícia Nacional e do Departamento Autónomo de Vigilância Aduanera (DAVA) estão realizando estas operações, centrando os seus esforços nas localidades atrás referidas, revelaram à Europa Press fontes do Instituto Armado.
Trata-se de uma investigação que está a ser levada a cabo pelo Tribunal de Primeira Instância e Instrução de Ayamonte, que já decretou o segredo de justiça das intervenções até agora efetuadas.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste