ECONOMIA ÚLTIMAS

NERA prepara iniciativa dedicada às potencialidades do setor agrícola algarvio

.

O NERA – Associação Empresarial da Região do Algarve vai realizar, no próximo dia 22 de junho, uma iniciativa exclusivamente dedicada à agricultura do Algarve, em colaboração com a Universidade do Algarve, a AMAL, a Direção Regional de Agricultura e Pescas e a CCDR Algarve.

O evento terá lugar nas instalações do NERA, em Loulé, com início às 9h30.

Partindo da ideia de que a economia do Algarve precisa de uma agricultura dinâmica, destinada a reequilibrar a sua estrutura produtiva, a criar mais riqueza e emprego e a garantir um futuro para as novas gerações, o objetivo da iniciativa é sensibilizar a região para as potencialidades de um setor que já foi forte no passado em produção e exportação, que perdeu peso nas últimas décadas, mas que está já a recuperar em áreas importantes, ainda que longe da utilização plena de todos os seus recursos.

A iniciativa, com a duração de um dia, será organizada em duas partes.

Uma introdução, em que haverá uma breve referência global ao passado e ao presente recente, seguida de uma segunda parte dedicada aos diferentes setores da agricultura da região.

Na parte inicial será efetuado um breve balanço da evolução da agricultura nas últimas décadas, com uma forte referência ao presente, reconhecendo-se que nos últimos anos se verificou uma importante recuperação não só abrangendo setores tradicionais, como também através da introdução de novas produções. Uma recuperação que se fez com o recurso a muita inovação.

A organização pretende chamar a atenção para a existência de recursos endógenos, recordando que estes podem proporcionar produções e exportações significativas.

Outro dos objetivos é apontar para a possibilidade de assegurar um futuro de sucesso, valorizando as potencialidades existentes e dinamizando o desenvolvimento de uma agricultura moderna, inovadora e competitiva, que se afirme com um peso importante na economia da região.

Os setores a analisar em sessão plenária aberta-serão, entre outros, a horticultura e os pequenos frutos, a fruticultura e a vinha, o pomar algarvio, a floresta e a pecuária. A abordagem compreenderá um ponto de situação de cada setor, as iniciativas em curso tomadas para a respetiva valorização, assim como a evocação do seu potencial futuro, sem deixar de referir os diversos condicionalismos que afetam o setor.

A iniciativa contará com a participação de empresários representativos dos diferentes setores, autarcas, professores universitários ligados à agricultura, quadros e técnicos especialistas do setor, responsáveis de organismos regionais e, naturalmente, com os agricultores.

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: