Ninguém pára a patinagem de velocidade algarvia

Os dois clubes algarvios que apostam na patinagem de velocidade estão a dar cartas na modalidade e a projetar o nome do Algarve. O Roller Lagos e o Grupo Desportivo de Lagoa contam nas suas fileiras com atletas medalhados em campeonatos europeus e mundiais. O destaque vai para Diogo Marreiros, que aos 26 anos já conquistou vários títulos inéditos para Portugal, sendo considerado um “fenómeno” difícil de parar

A patinagem de velocidade nacional está a atravessar “o melhor momento de sempre” e a ganhar projeção mundial. E muita dessa projeção deve-se ao trabalho desenvolvido por dois clubes algarvios, o Roller Lagos e o Grupo Desportivo de Lagoa.

No último Campeonato da Europa, disputado entre 16 e 23 de agosto, na Bélgica, Portugal obteve um total de oito medalhas (quatro de prata e quatro de bronze), um resultado considerado “bastante positivo e histórico” para a nossa seleção, onde brilham vários patinadores algarvios. O selecionador, Alípio Silva, disse que foi “a melhor participação de sempre” e destacou a participação de Diogo Marreiros, atleta de 26 anos do Roller Lagos, que esteve em sete das oito medalhas até agora conquistadas em toda a história da patinagem de velocidade em Portugal.

.

Já há uma década, o patinador algarvio dava sinais de que poderia tornar-se um “fenómeno” nesta modalidade. Em 2008, com apenas 16 anos de idade, Diogo Marreiros foi medalha de bronze no Campeonato da Europa, numa prova de maratona, sendo ainda hoje o patinador mais jovem de sempre a conquistar uma medalha em Europeus seniores.

“O melhor patinador de velocidade de todos os tempos”

Dez anos depois, Diogo Marreiros sagra-se vice-campeão europeu e mundial no mesmo ano, mostrando que é “o melhor patinador português de todos os tempos”.

“A julgar pelo que conseguiu este ano – a sua melhor época de sempre –, pelo gosto pela modalidade e pelo treino, associado à sua capacidade de suportar cargas de treino muito elevadas, diria que continuará a lutar pelo seus objetivos, que passam por ser campeão europeu e campeão mundial, títulos que esteve muito perto de alcançar este ano. É, sem qualquer sombra de dúvida, o melhor patinador de velocidade nacional de todos os tempos”, frisa ao JORNAL DO ALGARVE o treinador Paulo Batista, 54 anos, que tem acompanhado de perto a evolução de Diogo Marreiros no Roller Lagos.

.

“Este patinador, sem grandes apoios federativos ou empresariais, com pouquíssimo reconhecimento dos media, muito com o esforço e apoio dos pais e do clube, sobretudo numa fase inicial da sua carreira, derrubou todas as barreiras, ultrapassou todas as dificuldades e obstáculos e quebrou todos os melhores resultados da história desta modalidade em Portugal”, realça o coordenador do Roller Lagos, lembrando que Diogo Marreiros não participou no Europeu de 2004 porque “o selecionador pensava que o jovem patinador era muito pequeno” e, logo no ano seguinte, “ficou às portas de uma medalha no seu primeiro Europeu (2005)”.

Desde então, a progressão do jovem atleta de Lagos foi bem evidente…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 20 DE SETEMBRO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Tamanho da Fonte
Contraste