ARS Algarve_Rastreio do cancro da mama
ALGARVE

VRSA e Castro Marim promovem rastreio ao cancro da mama

O Núcleo de Rastreios da Administração Regional de Saúde do Algarve (ARS), em colaboração com a Associação Oncológica do Algarve, está a realizar o rastreio ao cancro da mama a utentes de Vila Real de Santo António e Castro Marim, anunciou a autarquia vilarrealense.

Este exame é dirigido a todas as mulheres entre os 50 e os 69 anos, que estão inscritas nas unidades de saúde de Vila Real de Santo António e Castro Marim e é feito numa unidade móvel instalada junto ao Centro de Saúde de VRSA.

O rastreio pode ser feito nos dias úteis e sábados entre as 09:00 e as 13:00 e das 13:30 às 16:00, até ao dia 26 de setembro.

Os utentes recebem uma carta com indicação dos contactos para proceder à marcação do rastreio, com o agendamento a ser efetuado através do link, dos telefones 289889912, 969088933, 969089520, 963606714, 969030144 ou dos e-mails rastreio.oncologico@arsalgarve.min-saude.pt.

Devido à pandemia de covid-19, alguns procedimentos foram alterados “de forma a garantir a segurança e proteção dos utentes e profissionais de Saúde”, segundo o comunicado.

Os utentes devem usar máscara cirúrgica de proteção, a temperatura será avaliada antes do exame e a hora da marcação deve ser respeitada.

O Algarve é a primeira região do País a realizar o rastreio com Tomossíntese e diagnóstico assistido por computador, que “permite aumentar a taxa de deteção de cancros da mama e reduzir os falsos positivos e a dose de radiação aplicada em cada exame”.

Este rastreio percorre todos os concelhos algarvios e encontra-se atualmente na sétima volta.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste