ALGARVE ÚLTIMAS

Albufeira debate “oportunidades e obrigações” do turismo acessível

.
.

“Turismo Acessível: oportunidades e obrigações” é o título do debate que vai decorrer esta quinta-feira, dia 22, na biblioteca municipal Lídia Jorge, em Albufeira.

Um estudo efetuado em 12 países da União Europeia, de meados de 2012 a meados de 2013, refere que as pessoas com necessidades especiais efetuaram cerca de 783 milhões de viagens, realça a organização do evento, a cargo da Acesso Cultura – Associação
de Profissionais da Cultura, que tem por objetivo promover a melhoria das condições de acesso aos espaços culturais e da oferta cultural no país e no estrangeiro.

São oradores convidados: José Gameiro, diretor do museu municipal de Portimão, e António Almeida Pires, diretor geral do Grupo Pedras (Pedras da Rainha e Pedras d`El Rey). A moderação do debate ficará a cargo de Idalina Nobre, coordenadora do museu municipal de arqueologia de Albufeira.

A Acesso Cultura organiza mensalmente debates com profissionais do setor cultural para que possam refletir em conjunto sobre questões ligadas à acessibilidade – física, social e intelectual – que têm um impacto no trabalho e na relação com as pessoas de diferentes perfis.

Refira-se que uma recente pesquisa da Universidade de Surrey, encomendada pela União Europeia, indicou que o turismo europeu está a perder 142 milhões de euros todos os anos devido à infraestrutura deficiente e também serviços e atitudes em relação aos viajantes com necessidades especiais. Os investigadores acreditam que “se os destinos forem completamente acessíveis, a procura poderá aumentar até 44% por ano, o que resultaria em um adicional de 142 mil milhões de euros do PIB e 3,4 milhões de postos de trabalho na economia europeia.

JA

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste