FUTEBOL ÚLTIMAS

Árbitros não compareceram à ronda inaugural da 1.ª Divisão Distrital

A 1.ª Divisão Distrital, em futebol, arrancou este sábado, mas sem a presença dos árbitros algarvios, que não chegaram a acordo na reunião realizada esta sexta-feira à noite com os responsáveis da Associação de Futebol do Algarve (AFA).

A situação não impediu a realização dos oito jogos, que acabaram por ser dirigidos recorrendo a elementos propostos pelos clubes. No caso do confronto entre Lusitano e Campinense (0-0), considerado o jogo “grande” desta ronda inaugural, foi o chefe do Departamento de Futebol da formação vila-realense a assumir a função de árbitro, com dois elementos do emblema de Loulé a fazer as vezes de auxiliares.

Recorde-se que os árbitros de Elite do distrital algarvio tinham ameaçado não comparecer aos jogos deste sábado, caso não fossem anuladas as multas pelos 15 minutos de atraso (resultantes de outro protesto) ocorridos em todos os jogos de uma das rondas da última temporada. Outra das exigências dos árbitros é a revisão da tabela de prémios de atuação, que não é atualizada há oito anos.

No passado dia 17, e também como forma de protesto, os árbitros já se tinham recusado a realizar os testes escritos da Ação de Formação e Aperfeiçoamento levada a cabo pela AFA.

A reunião entre a AFA e os árbitros, realizada na sexta-feira à noite, resultou infrutìfera e os homens do apito acabaram por cumprir o prometido, não comparecendo aos jogos da ronda inaugural do principal campeonato distrital de futebol do Algarve.

1.ª Divisão Distrital (1.ª jornada):
Culatrense – Silves 1-0
Lusitano VRSA – Campinense 0-0
Imortal – Estombarenses 0-1
Alvorense – Santaluziense 3-2
Odiáxere – Ferreiras 1-2
Castromarinense – Guia 2-1
Armacenenses – Moncarapachense 3-0
Quarteira – Faro e Benfica 2-1

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste