Casimiro de Brito apresenta “Uma Lágrima que Cega” em Loulé

O poeta, romancista, contista e ensaísta algarvio Casimiro de Brito apresenta, no próximo dia 9 de fevereiro, pelas 15h30, na biblioteca municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé, a obra “Uma Lágrima que Cega”. A sessão tem entrada livre.

Segundo os promotores da iniciativa, o romance “Uma Lágrima que Cega” é “uma peregrinação lúcida e erótica a todos os santuários do amor. Um amor lunático e antropófago. É a história em fragmentos de uma aventura luminosa e incandescente e depois trágica que se inicia num festival de poesia na Provence e atravessa (como se fosse um barco louco) as ilhas do Adriático, as margens do Arno em Florença (onde ele bebe esse vinho), as ruas de Paris, as cidades milenares de Byblos e Tyr no Líbano, as montanhas de neve de Faraya e os fjords da Noruega, Mozart e os blues de Billie Holiday, a cascata de Astarte e a casa de Khalil Gibran. Um amor que acaba por se matar”.

Casimiro de Brito nasceu em Loulé, a 14 de janeiro de 1938. Teve várias profissões e acabou a sua carreira fora da literatura, como diretor de um banco. Atualmente, dedica-se exclusivamente à escrita.

Começou a publicar em 1957 (Poemas da Solidão Imperfeita) e, desde então, lançou mais de 40 títulos. Pelo meio, ganhou vários prémios literários. Em 2016, recebeu a medalha de mérito municipal atribuída pela Câmara de Loulé.

pub

 

 

 

pub

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste