ALGARVE

Castro Marim instala caixas-ninho para promover avifauna

Caixas-Ninho castro marim
Uma das caixas-ninho instaladas no concelho

A Câmara Municipal de Castro Marim instalou 35 caixas-ninho no concelho, após ter celebrado um protocolo com a Associação Vita Nativa no projeto “Alojamento Local para Aves”, anunciou a autarquia

Este projeto tem como objetivo de “promover a diversidade de avifauna em toda a região do Algarve, demostrando todos os benefícios que que a fixação das espécies-alvo aportam à sociedade e ao seu bem-estar”, em colaboração com o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas. 

As caixas-ninho foram instaladas entre Castro Marim e Altura e espera-se que abriguem pequenas espécies de aves insectívoras como os chapins e as poupas, mas também espécies de rapina de pequena e média dimensão como o mocho-galego, a coruja-das-torres e o peneireiro-vulgar. 

As estruturas foram também instaladas em edifícios municipais e do Agrupamento de Escolas de Castro Marim, que acolheu este projeto e pretende desenvolver atividades de sensibilização e educação ambiental como a monitorização dos ninhos e o aprofundar de conhecimento sobre as espécies abrigadas. 

Em março de 2019, cerca de 100 crianças e jovens das Férias Ativas da Páscoa do concelho de Castro Marim participaram em ações de instalação de caixas-ninho. 

“Este é um contributo muito importante no controle biológico de espécies suscetíveis de constituir pragas urbanas, como é o exemplo da lagarta-do-pinheiro e de espécies de roedores, desempenhando também esta iniciativa um papel fundamental no equilíbrio dos ecossistemas”, refere a autarquia em comunicado. 

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste