ALGARVE

Castro Marim: Terras de Verdelago investe na florestação

Para celebrar o Dia da Floresta Autóctone, assinalado a 23 de novembro, os promotores das Terras de Verdelago promoveram uma ação de plantação de espécies autóctones, anunciou a Câmara Municipal de Castro Marim.

A ação foi feita em parceria com o Agrupamento de Escolas de Castro Marim e contou com a participação de 130 alunos do Centro de Escolar de Altura que plantaram pinheiros, medronheiros, sobreiros e azinheiros para “adensar as clareiras já existentes”, segundo comunicado.

As árvores plantadas foram batizadas com o nome do aluno que a cultivou, promovendo e estimulando os valores ambientais nos jovens. Estas espécies estão mais adaptadas ao solo e ao clima da região, “resistindo melhor às intempéries, à seca ou à doença”.

Esta iniciativa de Educação Ambiental no empreendimento Verdelago pretende responder ao repto “uma árvore por cada cama turística” e marca também o início dos trabalhos deste empreendimento que foi aprovado há 20 anos, mas não teve progressos.

As obras do empreendimento seguem após a conclusão e ajustamento do novo Plano de Pormenor das Terras de Verdelago do Plano Diretor Municipal de Carto Marim, bem como o Plano Regional de Ordenamento do Território do Algarve.

O novo empreendimento de cinco estrelas tem agora “uma maior preocupação ambiental, uma redução do impacto na paisagem e maior sublimidade em termos arquitetónicos”.

Terras de Verdelago tem um investimento de cerca de 270 milhões de euros e poderá vir a criar mais de 200 postos de trabalho diretos.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste