Comercialização direta entre produtores e consumidores fomentada em Albufeira

Na próxima quarta-feira, dia 20 de novembro, a biblioteca municipal Lídia Jorge, em Albufeira, acolhe, a partir das 16h45 e até às 18h30, uma formação sobre “Produção Agrícola de Pequenas Quantidades, Consumo Doméstico e Comercialização”.

Destinada a agricultores, criadores, caçadores e pequenos comerciantes, bem como à população em geral, esta formação pretende informar acerca do atual enquadramento jurídico e fiscal desta atividade, bem como de novas oportunidades.

“Para quem se dedica a pequenas produções agrícolas, esta formação (gratuita) reveste-se de elevada importância”, salienta a autarquia em comunicado.

A atenção vai recair sobre a produção e comercialização direta entre o caçador e produtor de pequenas quantidades de alguns produtos primários, e o consumidor final; a produção e comercialização direta entre o produtor de alguns produtos transformados, e o consumidor final; o consumo próprio de produtos agroalimentares; a criação de galinhas e produção de ovos e comercialização, transporte e faturação de produtos agrícolas.

A par desta informação, será também apresentado o “Projeto 100% Local”, um projeto da Associação InLoco, responsável por esta formação e que visa aumentar a consciência crítica dos cidadãos sobre a necessidade de adoção de modelos de consumo e produção sustentáveis e a uma escala local. Pretende ainda tornar a produção local mais acessível, informar sobre as práticas de consumo e produção alimentar vigentes e para o seu impacto na saúde e no ambiente, sensibilizar para o consumo responsável e responsabilizar para comportamentos de consumo sustentáveis. A In Loco atribui também aos produtores o selo 100% Local.

As inscrições podem ser já efetuadas através do email age@cm-albufeira.pt ou pelo telefone 289 598 812.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste