Descoberto cais romano com 40 metros e quase 2000 anos na Boca do Rio

O porto romano está atualmente numa zona seca. É formado por um cais com mais de 40 metros de extensão, de onde sobressaem pedras perfuradas para amarração de barcos e uma escadaria de acesso à água

Escavações arqueológicas revelaram um porto romano com quase dois mil anos na praia da Boca do Rio. É um espaço junto à costa onde as embarcações eram amarradas para descargas e trânsito de passageiros. Os investigadores no terreno garantem que se trata do “porto romano em melhor estado de conservação identificado até hoje em Portugal”

As marcas da presença humana na Boca do Rio, em Budens, no concelho de Vila do Bispo, remontam ao século I, tendo já sido encontrados maravilhosos fragmentos de uma remota história regional. Este local – considerado um dos mais emblemáticos e interessantes sítios arqueológicos de época romana da costa algarvia – está a despertar cada vez mais as atenções dos investigadores internacionais. As campanhas arqueológicas sucedem-se e os resultados têm superado as expectativas.

Na sexta-feira, uma equipa luso-alemã das universidades do Algarve e de Marburgo, em parceria e com o apoio logístico e financeiro do município de Vila do Bispo, anunciaram a descoberta de “um porto romano em melhor estado de conservação identificado até hoje em Portugal”…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 20 DE SETEMBRO)

NC|JA

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste