Encontrada morta na cela a homicida do jovem desmembrado no Algarve

Segundo o Correio da Manhã, “a jovem foi encontrada na cela já morta, depois da hora do almoço” e para o local “foram acionados elementos do INEM e da Polícia Judiciária apesar de não haver suspeitas de crime”.

Movidas por uma quantia de 70 mil euros que estava na posse da vítima, Maria Malveiro, de 19 anos, havia sido condenada a 27 de abril, juntamente com Mariana Fonseca, com quem mantinha um relacionamento amoroso, a uma pena 25 anos de prisão pelo homicídio e desmembramento de Diogo Gonçalves. Mais tarde, Mariana Fonseca chegou mesmo a ser absolvida do crime em tribunal.

Maria Malveiro, a vítima, Diogo Gonçalves e Mariana Fonseca

As duas jovens espalharam, na altura, partes do corpo da vítima por vários locais da região, o que gerou uma onda de consternação na opinião pública.

O óbito foi comunicado às autoridades competentes e o cadáver irá ser encaminhado para o Instituto Nacional de Medicina Legal, para autópsia.

Na sequência desta morte, foi aberto um processo de inquérito a cargo do Serviço de Auditoria e Inspeção Sul da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais.

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste